Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


12
Mai13

 

Sofro de transtorno de ansiedade generalizada e depressão. Vocês por esta altura devem estar a chamar-me poser por estar a dizer isto como se estivesse a dizer o que jantei, mas já estou conformada com isto. Sei que está na moda dizer que se sofre de depressão, mas fui diagnosticada por uma psicóloga e ainda tive uns bons 15 dias para aceitar o diagnóstico. Estou doente, tenho que compreender e aceitar que estou doente.


É nestas alturas que vemos quem está connosco, quem apesar de tudo nunca nos deixa. Consegui descobrir quem eram os meus amigos verdadeiros e lógico que me fez pior descobrir quem eram os falsos. Estou doente e a minha doença não passa com uma sopa quente e um dia passado na cama, porque o que me está a pôr doente não é um vírus ou uma bactéria. O que me está a pôr doente sou eu.


E já há ano e meio que ando nisto. Sou uma antítese, porque sou suicida mas no entanto não quero morrer. E nestes tempos mais agrestes tive que arranjar alguma coisa que me mantivesse com vontade de lutar e com esperança num futuro mais risonho. Sou do Benfica desde que me lembro, o Benfica foi a melhor coisa que me aconteceu na vida, por isso, foquei todas as minhas energias no Benfica e nas alegrias que sempre me deu. É um orgulho enorme ser do Benfica porque temos sempre esperança e lutamos, lutamos sempre. Mesmo quando parece que não, mesmo quando parece que tudo está perdido, o Benfica luta. Porque somos um clube lutador. Virei-me para o futebol, virei-me para o meu Benfica. Deixei de amar pessoas que não mereciam, deixei de dar a quem não merecia para dar ao Benfica. Amo o Benfica hoje mais do que amava ontem, mais do que amava o mês passado, mais do que amava há 20 anos.


A minha doença faz com que tenha apena 2 estados de espírito: ou não sinto rigorosamente nada, ou estou completamente arrasada, devastada por tudo e por nada. O Benfica faz-me levantar da cama, o Benfica faz-me sair de casa, o Benfica faz-me enfrentar o mundo, o Benfica faz-me sentir capaz de qualquer coisa. Por isso vou ao Estádio, por isso me dá prazer estar no meio de 65 mil pessoas a gritar. Estou a agradecer ao Benfica por tudo o que fez por mim, mesmo sem saber. Para estar ali, no meio daquelas 65 mil pessoas a gritar "AMO-TE BENFICA", tive que ultrapassar uma data de obstáculos; não físicos mas psicológicos. E consegui. Estou ali, com todos os pensamentos negativos completamente absorvidos, com os meus monstros internos completamente apagados, porque naqueles 90 minutos tudo o que interessa é o meu Benfica. A única coisa que me faz feliz, a única coisa que me faz vibrar, a única coisa que me faz sentir uma pessoa normal.


Obrigada. Por tudo.

 

Amo-te Benfica, o amor da minha vida.

 

Peace out. Sejam amigos.

A Sara odeia-vos. ♥

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 criticas

Sem imagem de perfil

De Joana Raminhos a 12.05.2013 às 01:04

És fantástica. Uma força da natureza! Apesar dos teus problemas consegues ser uma pessoa viva e inspiradora. Beijinhos muito grandes <3
Sem imagem de perfil

De May a 12.05.2013 às 10:21

ainda bem que conseguis-te 'esconder' os teus problemas através do Benfica! mas também o conseguis-te devido a ti mesma :)

criticar



the author && the blog

sadie. 24. portuense e benfiquista. ninguém vai ler isto.

O Humanity is Overrated é a minha caixa negra/um blog sobre assuntos. Todos os textos são originais, sendo assinalados os excertos retirados de outros sítios. Todas as imagens são retiradas da internet, as que me pertencem estão assinaladas. Se alguma delas lhe pertence ou se estiver a infringir algum direito de cedência de imagens pede-se o favor de me contactar via comentário ou por e-mail (humanityisoverrated@sapo.pt) e a mesma será eliminada.

Licença Creative Commons



quote of the week

"to be awake is for us to think and for us to think is to be alive" — Car Radio, twenty one pilots

cantinho de leitura


gira-discos


featured